Gestão e preservação de coleções especiais como patrimônio bibliográfico no âmbito universitário

  • Luana Peleja Sobrinho
Palavras-chave: Bibliotecas Universitárias. Memória Científica. Patrimônio Bibliográfico. Bibliotecas – Coleções Especiais. Competência Informacional.

Resumo

Coleções especiais de patrimônio bibliográfico é uma terminologia recente para a área de biblioteconomia no Brasil e está ganhando espaço nas bibliotecas universitárias. Este artigo visa explorar a temática da gestão e preservação de coleções especiais de bibliotecas universitárias e busca evidenciar a necessidade de estruturação de processos como ferramenta de apoio para identificação, organização, acondicionamento, recuperação e manuseio de obras que podem apresentar fragilidade física, através do apoio teórico e metodológico. Foi feita uma revisão de literatura sobre Gestão e preservação de coleções especiais como patrimônio bibliográfico direcionada para bibliotecas universitárias, de onde emergiram temáticas importantes associadas aos seguintes autores: ‘Coleção especial’ (POMIAN, 1984; AZEVEDO, 2014; ALVES, 2015; CARVALHO, 2015; CÓSCIA, 2015; PINHEIRO, 2015 e SOBRINHO, 2019); ‘colecionadores’ (ALVES, 2015; CARVALHO, 2015); ‘conceito de memória’ (ROSSI, 2010); ‘Formação de coleções especiais possibilita ações de preservação para os acervos bibliográficos em bibliotecas universitárias’ (SOUZA; AZEVEDO; LOUREIRO, 2017); “memória coletiva” (HALBWACHS, 2016); ‘Patrimônio’ (CHOAY, 2006); ‘Preservação’ (SPINELLI, 2009), ‘valoração patrimonial’ (RIEGL, 2006; LACERDA, 2012). A análise da literatura científica levantada neste artigo forneceu uma estrutura detalhada de reflexões que pode servir como modelo para a estruturação de documentos voltados para a gestão e a preservação de coleções especiais em bibliotecas universitárias que atendam a qualquer campo do conhecimento.

Referências

AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION. Association of College & Research Libraries. Framework for information literacy for higher education. Chicago, 2016. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/standards/ilframework. Acesso em: 21 jun. 2017.

ANDRADE, Rosane Maria Nunes. Bibliotecas: lugar de memória e de preservação, o caso da Biblioteca Nacional do Brasil. Patrimônio e memória, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 17-34, jun. 2009. Disponível em: http://pem.assis.unesp.br/index.php/pem/article/view/41/499. Acesso em: 4 jul. 2018.

ALVES, Ana Paula Meneses. História e memória por meio de coleções especiais: o caso da biblioteca da UNESP/FCLAR. In: VIEIRA, Brunno V. G.; ALVES, Ana Paula Meneses (Org.). Acervos especiais: memórias e diálogos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015. p. 45-90.

AZEVEDO, Fabiano Cataldo de. Coleções especiais e acervos de memória: conceitos e reflexões, 2014. Palestra... São Paulo: USP/Faculdade de Direito, 2014. Disponível: https://www.youtube.com/watch?v=2MINEBReHR0. Acesso em: 15 maio 2019.

CONSELHO INTERNACIONAL DE MONUMENTOS E SÍTIOS (ICOMOS). Carta de Burra (Carta Patrimonial de 1980). Disponível em: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/cotidiano/cartas-patrimoniais/61157 . Acesso em: 10 jun. 2020.

CARVALHO, Tereza Cristina Oliveira Nonatto de. UNICAMP: coleções especiais e obras raras. In: VIEIRA, Brunno V. G.; ALVES, Ana Paula Meneses (Org.). Acervos especiais: memórias e diálogos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015. p. 89-100.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. São Paulo: Estação liberdade; UNESP, 2006.

FLACH, Angela. Conservação preventiva: uma política necessária em bibliotecas. In: ESTABEL, Lizandra Brasil; MORO, Eliane Lourdes da Silva (Org.). Biblioteca: conhecimentos e práticas. Porto Alegre: Penso, 2014. p. 42-56.

CÓSCIA, Vera Lucia. UFSCar: coleções especiais em bibliotecas universitárias. In: VIEIRA, Brunno V. G.; ALVES, Ana Paula Meneses (Org.). Acervos especiais: memórias e diálogos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015.

DICIONÁRIO ONLINE DE PORTUGUÊS. Disponível em: https://www.dicio.com.br/competencia/. Acesso em: 13 jul. 2020.

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. 13º Curso informativo sobre preservação de acervos bibliográficos e documentais. Rio de Janeiro: FBN, 2009.
GONÇALVES, José Reginaldo Santos. Os museus e a representação do Brasil. Revista do Patrimônio Histórico e Arístico Nacional, Rio de Janeiro, n. 31, p. 254-273, 2005.

JACOB, C. Prefácio. In: BARATIN, M.; JACOB, C. (Org.). O poder das bibliotecas: a memória dos livros no Ocidente. Rio de Janeiro: UFRJ, 2000. p. 9-17.

LACERDA, Norma. Valores dos bens patrimoniais. In: LACERDA, NORMA; ZANCHETI, Sílvio Mendes (Org.). Plano de gestão da conservação urbana: conceitos e métodos. Olinda: Centro de Estudos Avançados da Conservação Integrada, 2012. p. 44-54.

PINHEIRO, Ana Virgínia. História, memória e patrimônio: convergências para o futuro dos acervos especiais. In: VIEIRA, Brunno V. G.; ALVES, Ana Paula Meneses (Org.). Acervos especiais: memórias e diálogos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015. p. 33-44.

POMIAN, Krzysztof. Colecção. In: Enciclopédia Einaudi, v. 1, Memória-História. Imprensa Nacional – Casa da Moeda: Lisboa, 1984. P. 51-86.

POULOT, Dominique. Introdução. In: POULOT, Dominique. Uma história do patrimônio no Ocidente, séculos XVIII-XXI: do monumento aos valores. São Paulo: Estação Liberdade, 2009.

RIEGL, Alois. O culto moderno dos monumentos: a sua essência e a sua origem. São Paulo: Perspectiva, 2006.

ROSSI, P. O. O passado, a memória e o esquecimento: seis ensaios da história das ideias. São Paulo: Ed. UNESP, 2010. (Cap. 1).

SILVA FILHO, Rubens da Costa. A biblioteca universitária híbrida como espaço de memória. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 23, n. 1, p. 21-26, dez./mar., 2018.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. Tradução de Beatriz Sidou. 2. ed. São Paulo: Centauro, 2013. Aedos, Porto Alegre, v. 8, n. 18, p. 247-253, ago 2016.

SILVEIRA, F. J. N. Sendas entre o visível e o invisível: a biblioteca como “lugar de memória” e de preservação do patrimônio. DataGramaZero: Revista de informação, Rio de Janeiro, v. 13, n. 5, 2012.

SOBRINHO, Luana Peleja Sobrinho. Formação e desenvolvimento de coleções especiais através dos olhares sobre a biblioteca particular de Oswaldo de Almeida Costa. Rio de Janeiro, 2019. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão e Preservação do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde) – Casa de Oswaldo Cruz/FIOCRUZ, Rio de Janeiro, 2019.

SOUZA, I. L.; AZEVEDO, F. C. de; LOUREIRO, M. L. N. M. Coleções especiais de memória: reflexões no contexto de bibliotecas universitárias. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 23., 2017, Marília. Anais... Marília, 2017.

SOUZA, Ingrid Lopes de. Patrimônio bibliográfico de C&T em universidades: proposta para formação das coleções especiais da Biblioteca Paulo Geyer. Rio de Janeiro, 2017. Dissertação (Mestrado Profissional em Preservação de Acervos de Ciência e Tecnologia) – Museu de Astronomia e Ciências Afins, Rio de Janeiro, 2017.

ZATTAR, Marianna. Competência em informação e desinformação: um olhar para os critérios de avaliação de fontes de informação. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 13, n. 2., 2017. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/4075. Acesso em: 5 jul. 2019.
Publicado
26-11-2020
Como Citar
SOBRINHO, L. Gestão e preservação de coleções especiais como patrimônio bibliográfico no âmbito universitário. REVISTA ELETRÔNICA DA ABDF, v. 4, n. Especial, p. 397-415, 26 nov. 2020.