Mitigação e controle da microbiodeterioração do patrimônio bibliográfico e o incidente na Biblioteca Henrique Morize do MAST

  • Ozana Hannesch
  • Fernanda do Nascimento Corrêa
Palavras-chave: Controle de micro-organismos. Conservação preventiva em bibliotecas. Fungos em livros. Coleções especiais. Preservação de acervos bibliográficos.

Resumo

O artigo aborda estudos e aspectos envolvidos na prevenção da microbiodeterioração de livros e obras bibliográficas consideradas raras, especiais ou históricas. Inclui uma breve revisão bibliográfica sobre a relação entre microbiodeterioração e microclima, e também sobre controle e tratamento dos agentes fúngicos. Como exemplo, apresenta o trabalho que o LAPEL realizou no Serviço de Biblioteca e Informação Científica, em razão de um incidente com fungos, ocorrido no verão de 2018. Ratifica a influência das variações climáticas ambientais e a ausência de limpeza periódica sobre a proliferação dos agentes biodeterioradores. Conlui que a mudança de atitude, de identificação e mitigação dos danos, para a atuação por meio do monitoramento e do registro das condições ambientais, fornece elementos de comparação e um referencial de avaliação crítica, para atuação prévia e direta sobre o problema. 

Referências

ANVISA. Resolução n. 9, de 16 de janeiro de 2003. Diário Oficial da União: Secão 1, Brasilia, DF, n.14, p. 35-37, 20 de jan. 2003.

ANVISA. Resolução RE/ANVISA nº 176 de 24 de outubro de 2000. Disponível em: www.anvisa.gov.br . Acesso em: 15 jul. 2020.

ARBACH, M. N.; FERREIRA, A. C. M.; COSTA, A. C. A.; CORRÊA, F. N.; OLIVEIRA, A. L. C.; VITAL, H. C.; LUTTERBACH, M. T. S. Gamma radiation and its use in the conservation of special colections : collection of the Brazilian Academy of Sciences of the Museum of Astronomy and Related Sciences. Metrologia, 2019, Florianópolis, p. 1-5, 2019. Metrologia para indústria 4.0, v. único.

AWAD, A. H.; MAWLA, H. A. Sedimentation with the omeliansky formula as an accepted technique for quantifying airborne fungi. Polish Journal of Environmental Studies, [s. l.], v. 21, n. 6, p. 1539-1541, 2012.

BALAZSI, A. T. Estructura y decomposición de la celulosa y las fibras vegetales. Chile: ICCROM, 1996. p. 5-54. (apostila de curso).

BALOCCO, C.; PETRONE, G.; MAGGI, O.; PASQUARELLA, C. A CFD-based method for biodeterioration process prediction in historical libraries and archives. International Journal of Technical Research and Applications, [s. l.], v. 3, issue 3, p. 307-319, may-jun, 2015. (e-2320-8163). Disponível em: www.ijtra.com. Acesso em: 15 jul. 2020.

BORREGO, S.; LAVIN, P.; PERDOMO, I.; SARAVIA, S. G.; GUIAMET, P. Determination of indoor air quality in archives and biodeterioration of the documentary heritage. In: ISRN Microbiology: international scholarly research network, v. 2012, Article ID 680598, p. 1-10.

BORREGO, S.; MOLINA VELOSO, A. Determination of viable allergenic fungi in the documents repository environment of the National Archive of Cuba. Austin J Public Health Epidemiol, [s. l.], v. 5, p. 1-7, 2018.

BORREGO, S.; PERDOMO, I. Airborne microorganisms cultivable on naturally ventilated document repositories of the National Archive of Cuba. Environmental Science and Pollution Research, [s. l.], v. 23, p. 3747-3757, 2016.

CONHEÇA a técnica de PCR, suas aplicações e princípios. 30.07.2015. Disponível em: http://www.kasvi.com.br/3-etapas-pcr/. Acesso em: 15 jul. 2020.
CORRÊA NETO, Lauro Augusto. Coleção da Academia Brasileira de Ciências: preservação do acervo por meio do monitoramento microbiológico. 2019. 93 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Preservação de Acervos de Ciência e Tecnologia). Museu de Astronomia e Ciência Afins, Rio de Janeiro, 2019.

COSTA, A. C. A.; CORRÊA, F. N.; LINO, L. A. S.; ALMEIDA, E. H.; OLIVEIRA, A. L. C.; LUTTERBACH, M. T. S. Microbiological characterization of contaminating cells on scientific collections in a specialized library. Annual Research & Review in Biology, [s. l.], v. 4, p. 3915-3931, 2014.

COSTA, A. C. A.; LINO, L A. S.; HANNESCH, O; GRATTAN, D. Practical applications of Sebera’s isoperms for estimating the impact on permanence on the transfer of important archival documents to more suitable storage conditions. Restaurator, [s. l.], v. 33, p. 156-178, 2012.

COSTA, A. C. A.; LINO, L A. S.; HANNESCH, O. Micro-organismos em áreas de guarda de acervos científicos do Museu de Astronomia e Ciências Afins: adequação aos padrões nacionais de qualidade de ar. Boletim Eletrônico da ABRACOR, n. 5, set. 2011.

DHALIWAL, Anandika. Extração e purificação de DNA. Tradução: Antonielle Vieira Monclaro. Disponível em: http://www.labome.com.br/method/DNA-Extraction-and-Purification.html. Acesso em: 15 jul. 2020.

EUROPEAN CONFEDERATION OF CONSERVATOR-RESTORERS ORGANIZATIONS. E.C.C.O. Professional guidelines (II): code of ethics. 2003. Disponível em: http://www.ecco-eu.org/fileadmin/user_upload/ECCO_professional_guidelines_II.pdf. Acesso em: 15 jul. 2020.

FLORIAN, M. El papel de los hongos en el moteado. Cuadernos sobre Conservación, v. 41, n. 2, p. 1-8, 1996.

GALLO, F. Aerobiological research, and problems in libraries. Aerobiologia, [s. l.], v. 9, n. 2-3, p. 117-130, 1993.

KARBOWSKA-BERENT, J.; GÓRNY, R. L.; STRZELCZYK, A. B.; WLAZ1O, A. Airborne and dust borne microorganisms in selected polish libraries and archives. Building and Environment, [s. l], v. 46, n. 10, p. 1872-1879, 2011.

KRAKOVÁ, L.; CHOVANOVÁ, K.; SELIM, S. A.; SIMONOVICOVÁ, A.; PUSKAROVÁ, A. A multiphasic approach for investigation of the microbial diversity and its biodegradative abilities in historical paper and parchment documents. International Biodeterioration & Biodegradation, [s. l.], v. 70, p. 117-125, may, 2012.

MCILWAINE, J. Prevenção de desastres e planos de emergência: manual básico da IFLA. Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, 2008.

MESQUITA, N.; PORTUGAL, A.; VIDEIRA, S. I. R. ; RODRIGUEZ-ECHEVERRIA, S.; BANDEIRA, A. M. L. ; SANTOS, M. J. A. ; FREITAS, H. Fungal diversity in ancient documents. A case study on the Archive of the University of Coimbra. International Biodeterioration & Biodegradation, [s. l.], v. 63, p. 626-629, 2009.

MICHAELSEN, A.; PIÑAR, G.; MONTANARI, M.; PINZARI, F. Biodetorioration and restoration of a 16th century book using a combination of conventional and molecular techniques a case study. International Biodeterioration & Biodegradation, [s. l.], v. 63, issue 2, p. 161-168, mar. 2009.

MONTARI, M.; INNOCENTI, G. Fungal biodeterioration of historical library materials stored in compactus movable shelves. International Biodeterioration & Biodegradation, [s. l.], v. 75, p. 83-88, nov. 2012.

NYUKSHA, J. P. Some special cases of biological degradation of books. Restaurator, [s. l.], n. 5, p. 177-182, 1983.

OGDEN, S. A proteção de livros e papel contra mofo. In: OGDEN, S.; PRICE, L.O.; VALENTIN, N.; PREUSSER, F. Emergência com pragas em arquivos e bibliotecas. 2. ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001. p. 17-24. (Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos, 26-29).

PINNIGER, D. Controlo de pragas em museus, arquivos e casas históricas. Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, 2008.

PINZARI, F.; PASQUARIELLO, G.; DE MICO, A. Biodeterioration of paper: A SEM study of fungal spoilage reproduced under controlled conditions. Macromolecular Symposia, [s. l.], v. 238, p. 57-66, 2006.

PRICE, L. O. Como lidar com uma contaminação de mofo: instruções em resposta a uma situação de emergência. In: OGDEN, S.; PRICE, L.O.; VALENTIN, N.; PREUSSER, F. Emergência com pragas em arquivos e bibliotecas. 2. ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001. p. 25-34. (Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos, 26-29).

REILLY, J. M.; NISHIMURA, D.W.; ZINN, E. Novas ferramentas para preservação: avaliando os efeitos ambientais a longo prazo sobre coleções de bibliotecas e arquivos. 2. ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001. (Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos, 19).

SAVKOVIĆ, Ž.; STUPAR, M.; UNKOVIĆ, N.; IVANOVIĆ, Ž.; BLAGOJEVIĆ, J.; VUKOJEVIĆ, J.; GRBIĆ, M. L. Vitro biodegradation potential of airborne Aspergilli and Penicillia. The Science of Nature, [s. l.], v. 106, p. 1-10, 2019.

SEBERA, D. K. Isopermas: Uma ferramenta para o gerenciamento ambiental. 2. ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001. (Conservação Preventiva em Bibliotecas e Arquivos, 19).

SIQUEIRA, S. O.; CABRITA, E. J.; MACEDO, M. F. Fungal biodeterioration of paper: how are paper and book conservators dealing with it? An international survey. Restaurator, [s. l.], v. 35, n. 2, p. 181-199, 2014.

STERFLINGER, K.; PIÑAR, G. Microbial deterioration of cultural heritage and works of art : tilting at windmills? Applied Microbiology and Biotechnology, [s. l.], v. 97, p. 6937-6946, 2013.

TACÓN CLAVALÍN, J. La Conservación en archivos y bibliotecas: prevención y protección. Madrid: Ollero y Ramos, 2008.

VAILLANT COLLOL, M. Biodeterioração do patrimônio histórico documental: alternativas para sua eliminação e controle. Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências Afins: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2013.
Publicado
26-11-2020
Como Citar
HANNESCH, O.; CORRÊA, F. Mitigação e controle da microbiodeterioração do patrimônio bibliográfico e o incidente na Biblioteca Henrique Morize do MAST. REVISTA ELETRÔNICA DA ABDF, v. 4, n. Especial, p. 136-164, 26 nov. 2020.