Bibliotecas de Brasília

arquitetura em foco

  • João Francisco Walter Costa
Palavras-chave: Arquitetura e bibliotecas. Biblioteca Central da Universidade de Brasília (BCE/UnB). Biblioteca Demonstrativa de Brasília Maria Conceição Moreira Salles (BDB).

Resumo

A propósito das comemorações dos 60 anos de Brasília, discute aspectos de arquitetônicos relacionados à construção e manutenção de bibliotecas, focalizando especificamente a Biblioteca Central da Universidade de Brasília (BCE/UnB) e a Biblioteca Demonstrativa de Brasília Maria Conceição Moreira Salles (BDB).

Referências

ARCHDAILY BRASIL. Biblioteca Central de Seattle: OMA + LMN. 2014. Disponível em: https://www.archdaily.com.br/br/624269/biblioteca-central-de-seattle-oma-mais-lmn. Acesso em: 22 maio 2020.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro, 2015.

BRASIL. Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Diário oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L10098.htm. Acesso: 19 jun. 2020.

CANEZ, Anna Paula; SEGAWA, Hugo. Brasília: utopia que Lúcio Costa inventou. Arquitextos, v. 11, out. 2010. Disponível em: https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/11.125/3629. Acesso em: 19 maio 2020.

CHING, Francis. Arquitetura: forma espaço e ordem. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes: 2008.

CÔRTE, Adelaide Ramos e. As primeiras bibliotecas. In: CORDEIRO, Fábio Lima et al. Biblioteconomia em Brasília: 60 anos de história. Brasília: Conselho Regional de Biblioteconomia, 2020, p. 63-79. Disponível em: http://crb1.org.br/site/wp-content/uploads/2020/04/livro60anos.pdf. Acesso em: 19 jun. 2020.

COSTA, Camilla; OLONA, CAROL. Brasília 60 anos: como a realidade transformou a cidade idealizada por Lúcio Costa e Niemeyer. [S.l.]: BBC News Brasil, [2020]. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/resources/idt-143f8aa4-dbeb-4f4d-86a8-eeb3b0ac7191. Acesso em: 19 maio 2020.

COSTA, Lúcio. Plano Piloto de Brasília: relatório. [1957?]. Disponível em: http://doc.brazilia.jor.br/plano-piloto-Brasilia/relatorio-Lucio-Costa.shtml. Acesso em: 19 maio 2020.

FREITAS, Marília Augusta de; NUNES, Patrícia; CAVALCANTE, Raphael. As bibliotecas públicas do Distrito Federal. Revista Eletrônica da ABDF, v.1, n.1, p.13-20, jun./ jul. 2015. Disponível em: http://revista.abdf.org.br/abdf/article/view/32/29. Acesso: 30 jun. 2020.


KOONTZ, Christie; GUBBIN, Barbara. Diretrizes da IFLA sobre os serviços da biblioteca pública. 2. ed. Lisboa: [IFLA], 2013. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/hq/publications/series/147-pt.pdf. Acesso em: 1 jun. 2020.
LAMBERTS, Roberto; DUTRA, Luciano; PEREIRA, Fernando O. R. Eficiência energética na arquitetura. 3. ed. Rio de Janeiro: [ELETROBRAS], 2014.

LAUANDE, Francisco. Oscar Niemeyer: erudição e sensibilidade. Vitruvius, n. 147.02, 2013. Disponível em: https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/projetos/13.146/4668. Acesso em: 19 jun. 2020.

MAHFUZ, Edson. Reflexões sobre a construção da forma pertinente. Arquitextos, v.45, n.2, 2004. Disponível em: https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/04.045/606. Acesso: 19 jun. 2020.
SANTOS, Érika D. A. dos. Duas bibliotecas de José Galbinki: conexões brutalistas? In: SEMINÁRIO DOCOMOMO BRASIL, 10., 2013, Curitiba. Anais. [Curitiba]: DOCOMOMO, 2013. Disponível em: http://docomomo.org.br/wp-content/uploads/2016/08/OBR_19.pdf. Acesso: 24 maio 2020.
SILVA, Andrea Aparecida. A ergonomia e o ambiente de trabalho: reflexão sobre as contribuições ergonômicas em bibliotecas. Informação e Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.18, n.3, p. 73-81, set./dez. 2008.
SOUSA, Marcela Noronha Pinto de Oliveira e. Padrões em projetos arquitetônicos de bibliotecas públicas. 2012. 237f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, Campinas, 2012. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/258773/1/Sousa_MarcelaNoronhaPintodeOliveirae_M.pdf. Acesso em: 29 maio 2020.

REZENDE, Tarcila; VELLOSO, Vinícius. Biblioteca Demonstrativa de Brasília amarga quatro anos de inatividade. Correio Braziliense, 2019. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2019/02/03/interna_diversao_arte,734979/ha-quatro-anos-a-biblioteca-demonstrativa-esta-inativa.shtml. Acesso em: 19 jun. 2020.

ZEVI, Bruno. Saber ver a arquitetura. 5. ed. São Paulo: Martins Fontes: 1996.
Publicado
26-07-2020
Como Citar
COSTA, J. F. Bibliotecas de Brasília. REVISTA ELETRÔNICA DA ABDF, v. 4, n. 1, p. 23-58, 26 jul. 2020.